Como era o principal modelo de agricultura praticado na America espanhola?

Como era o principal modelo de agricultura praticado na América espanhola?

O sistema plantation é o nome dado a um sistema econômico agrícola que vigorou durante o Brasil colonial. Foi utilizado também em outros países da América durante as colonizações espanhola e inglesa.

Quais são as práticas agrícolas presentes na América?

Podemos observar de forma intensa dois tipos de agricultura na América Latina que são a de subsistência, em geral praticada com uso de práticas primitivas, e a agricultura de caráter comercial que quase sempre se caracteriza como monocultura, ou seja, uma única cultura cultivada ao longo de grandes extensões de terra.

Quais eram as duas principais formas de trabalho forçado na América Espanhola?

Na América Espanhola, ocorreram duas formas de trabalho compulsório: a mita (os índios eram escalados, por sorteio, para uma temporada de trabalho) e a encomienda (neste caso, comunidades indígenas inteiras ficavam sobre a proteção religiosa de um “encomendero” que, em troca, utilizava os indígenas como mão de obra …

LER:   Como alterar o espacamento entre letras?

Quais as exceções das haciendas?

No entanto, havia algumas exceções, como nos casos do México e das Antilhas, onde o modelo agroexportador foi empregado para a comercialização de açúcar. Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉 Outro ponto bastante particular das haciendas gira em torno da mão-de-obra empregada pelos colonizadores.

Como funcionam as haciendas na América do Sul?

Na América do Sul, as haciendas sobreviveram ao colapso do sistema colonial no início do século XIX, mas muitas propriedades acabaram fragmentadas. Atualmente, muitas dessas haciendas funcionam como hotéis de luxo no México.

Qual a relação entre as haciendas e a metrópole?

Entretanto, as haciendas possuíam uma relação mais forte com o comércio intercolonial, isto é, entre as próprias colônias espanholas, do que com a metrópole. Além disso, o escravismo indígena foi empregado em maior escala que o africano, com exceção de Cuba, que teve forte presença de escravos negros.